domingo, 2 de maio de 2010

ESTOU MUITO FELIZ

PORTO.

10 comentários:

Luis disse...

Invicta Sempre!

Abraço

KOSTA DE ALHABAITE disse...

Orgulho sem preconceitos está 'reserbado' a Norte.
E que bonito seria se os encornados ainda viessem a perder a liga...

Armando Pinto disse...

Grande vitória! E pusemos murchos os mouros, apesar da roubalheira descarada da mouraria...

Funes, o memorioso disse...

Mau sinal, a triste realidade do país continuar a ser obliterada por um jogo de futebol. Vai sair-nos muito cara a fantasia.

portodocrime disse...

mais uma semana de tédio para a mouraria.

Luis disse...

Funes,

A realidade do país é que o Norte e o Porto,têm sido roubados e espoliados dos seus direitos, até no futebol.
Mas como os mouros dizem que ganhando o campeonato, a economia cresce, já pode dormir descansado e continuar a apoiar quem lhe aprouver.
Deixe ficar o futebol connosco, não ficámos arrependidos, porque é uma questão de identidade, e Azul e Branca com muito orgulho!

portodocrime disse...

Amigos Obrigado.
Biba o FCPORTO

Armando Pinto disse...

Os fdp dos mouros são daqueles que reservam lugares mas depois não aparecem...
Nem com 14 contra 10 nos consseguem derrotar... e saiu-lhes furada a exclusão prepositada do Falcao, o Farias vingou-nos...
O Porto quando é mesmo Porto é assim, um Mundo, o nosso Mundo...!
Depois desta vitória, um dia vou poder dizer ao meu neto que no primeiro jogo desde que ele nasceu (e quando fez uma semana de vida), o Porto venceu os mouros, por 3-1, a 2 de Maio de 2010.
Abraço
Armando Pinto
http://longara.blogspot.com/

portodocrime disse...

sr Funes.
Naõ bá por aí.
biba o spórtem.
e todos os spórtens daqui da terra.
Abraço.

dragao vila pouca disse...

Um grande Porto na alma, na raça, com o verdadeiro espírito do Dragão, fez apelo ao orgulho ferido e ganhou, com toda a justiça, ao melhor Benfica dos últimos 30 anos, por 3-1 e com 10 jogadores. Um Porto em 4x4x2, desfalcado de várias das suas figuras, Varela, Rúben Micael e Falcao, foi capaz de se bater e ganhar sem discussão, mesmo contra um árbitro que, mais uma vez, colocou o clube do regime a jogar contra 10, uma constante deste campeonato.

Queriam fazer a festa no Dragão, tinham tudo preparado, o gozo ia ser muito, mas tiveram azar, não conhecem o F.C.Porto, os portistas e deram-se mal. A arrogância dos sem vergonha, foi derrotada, a reacção não passou! As televisões - vergonhoso o comportamento da estação pública - tiveram de desmontar a tenda, os directos, já programados, ficaram para a próxima, os carros de exteriores regressaram à base...a nervoseira toma conta dos "6 milhões". Não houve incidentes conhecidos e também aqui, os portistas ganharam por ko, mesmo assistindo a coisas que pensavamos já estarem afastadas há muito deste país. Passados 36 anos do 25 de Abril, o Porto esteve sitiado, os portistas e os portuenses, foram tratados como um bando de malfeitores, tratados como filhos de um Deus menor. Regressei a casa rouco, mas feliz, não porque ao F.C.Porto esta vitória valha muito, até dissemos definitivamente adeus à Champions, mas porque hoje vi o orgulho portista, o orgulho Dragão na sua planitude e isso, meus caros amigos é a garantia que o futuro vai continuar a ser azul e branco.

Um abraço

Ó Sr. Funes, junte-se ao Pacheco Pereira e imigre para Marte. Este planeta é pouco para tanta sabedoria...