quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

A minha Cidade.Porto





ó rio,
bai lá bêre se eu estou du outro ládo.

3 comentários:

KOSTA DE ALHABAITE disse...

O Porto é (mesmo) uma Nação!

Funes, o memorioso disse...

O problema é que o estado actual do Porto não se detecta de helicóptero, mas num autocarro turístico de dois andares. Batalha, Rua de Entre-paredes, Rua D. João IV, Rua da Alegria, Fernandes Tomás, Santa Catarina, Mouzinho da Silveira... a baixa toda, depois de umas lojas mais ou menos decadentes no rés-do-chão, tem os prédios do primeiro-andar para cima a cair aos bocados. Está tudo em ruínas, tudo abandonado, tudo morto.
E o problema não se resolve negando as evidências e fazendo grandes proclamações sobre a grandeza e nobreza da cidade.

portodocrime disse...

ó Sr Funes
mas não é que minha cidade tem um contabilista à frente da autarquia?
o contabilista rio é um dos culpados ao que diz aí no seu texto.
o contabilista alguma vez olhou para a cidade?
Acho que não.
Tudo o que é mais valia para a cidade,
o contabilista sempre achou tudo caro.

abraço.