quinta-feira, 2 de junho de 2011

Porto Campeão de Basquetebol.Lindo


Sete anos depois, o FC Porto voltou a ser campeão

02.06.2011 - 22:25 PÚBLICO

0

Comentários

192

Leitores

Diminuir tipo de letra Aumentar tipo de letra
O FC Porto sagrou-se hoje campeão nacional de basquetebol, sete anos depois do último título conquistado. Os “dragões” venceram o Benfica no sétimo jogo da final, em casa, por 86-76 e concluíram o duelo decisivo com um parcial de 4-3.
À imagem dos três jogos anteriores no Dragão Caixa, o FC Porto entrou melhor e ganhou alguma vantagem no marcador. Ainda assim, os dois primeiros períodos foram equilibrados e a equipa da casa chegou ao intervalo na frente por uma vantagem curta.

Mas o terceiro período seria fatídico para o Benfica. Muito precipitado na finalização e sem nunca conseguir suster o jogo interior do adversário, viu o FC Porto descolar para uma vantagem que chegou a ser de 14 pontos.

E embora tivesse recuperado ligeiramente no último quarto, nunca esteve perto de discutir o resultado, muito por culpa de Sean Ogirri (22 pontos), muito certeiro na altura do lançamento.

O FC Porto fechava o encontro com o parcial de 86-76 e confirmava a conquista do seu 11.º campeonato. “Todo o trabalho que fiz durante o ano era com este objectivo. Conseguimos concretizá-lo. O Benfica foi um justo vencido. A sensação de ser campeão é sempre muito boa, independentemente do sito onde estamos”, comentou João Santos, no final.

"Fomos a melhor equipa durante a época e era muito injusto se não tivéssemos sido campeões", reagiu Nuno Marçal, uma das grandes referências da equipa portista. "Este grupo trabalhou duas vezes mais que as outras equipas todas ao longo da época", resumiu Miguel Miranda.

Gregory Stempin, um dos baluartes do FC Porto ao longo da temporada, resumiu o seu primeiro título pelos "dragões" desta forma: "Não consigo explicar o que sinto. Trabalhámos muito duro este ano".

2 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Ouça lá, meu caro Portodocrime, não é possível ajustar o texto do post à coluna da página, para a gente o poder ler e, a seguir, vir cá dizer mal?

portodocrime disse...

Amigo Funes.
é mesmo assim.
eheheh
olhe que gostei do gajo de nariz vermelho em Campanhã.
Abraço